domingo, 1 de fevereiro de 2009

Sport Club Internacional: uma história em disputa


No ano do centenário do glorioso colorado, a imprensa e o próprio clube repetem a versão “oficial” sobre sua origem: o nome teria sido escolhido pelo fato de alguns de seus fundadores terem jogado em um time chamado Internacional(1), em São Paulo; a cor, pela simpatia da maioria deles pelo bloco de carnaval de rua (os Venezianos). O Indo na Couve não corrobora esta versão; leia o texto abaixo, do historiador Rubim Aquino(2), e entenda o porquê.

"Você sabia que somente no Brasil existem cerca de doze clubes de futebol com o nome de Internacional? E se lhe dissermos que esses clubes surgiram no início do século XX e que quase todos eles têm a camisa vermelha?


A sua curiosidade aumentou, não?


De todos esses clubes, o mais conhecido é o Internacional de Porto Alegre, chamado de colorado, para não popularizar a palavra vermelho!


Será do seu conhecimento que a Internacional de Milão, durante o governo fascista de Benito Mussolini, teve de mudar o nome para Ambroziana e trocar o vermelho da camisa pela cor preta que era a usada nos uniformes do Partido Fascista?


Em Portugal, durante a ditadura fascista de Oliveira Salazar, não se podia dizer que a camisa do Benfica era vermelha. Toda a imprensa recebeu ordens expressas de somente se referir à camisa do Benfica usando as expressões grená e encarnada.


Será que você ainda não descobriu por que a preferência ou restrições a respeito da cor vermelha e pela palavra internacional?


A resposta é simples!


Foi que no início do século atual as idéias socialistas começavam a se popularizar e desde o século XIX o vermelho tornou-se o símbolo da revolução socialista! Além do mais, a necessidade de melhor organizar o movimento operário – Marx inclusive havia lançado a idéia da união revolucionária: “Proletários de todo o mundo, uni-vos!” – resultou na Associação Internacional dos Trabalhadores, ou simplesmente Internacional."

1 Mesmo que o Internacional de São Paulo tenha influenciado, isso não nega a influência do movimento internacionalista: é evidentemente grande a possibilidade de o clube de São Paulo ter sido influenciado por essa idéias. Inclusive, há relatos de que os conceitos democráticos avançados para a época e que apareceram desde a fundação do Inter existiam também no clube paulista.
2 AQUINO, Rubim Santos Leão de. Fazendo a história: a Europa e a América no século XX. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1986.
CRÉDITO IMAGEM: Comunidade "Internacional Socialista" (orkut)

2 comentários:

elektrofossile disse...

vivva, elle ressuscitou !!! qual sphinx

Ary Martini disse...

Segundo nos informou o professor Raul Pont - na Unisinos, em 1982 -um grupo de anarquistas fundou o Sport Clube Internacional (na época, Sport Club International).